terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Metade dos brasileiros promete quitar as dívidas em 2011


O ano de 2010 já se foi e, assim como todos os outros, ele certamente deixou alguma coisa boa. Uma nova amizade, namorado(a), emprego, aprendizado... enfim, se pararmos pra pensar, vamos ver que esse ano mudou algo em nossas vidas.


Por isso, o final do ano é tempo, não só de refletir sobre o que passou, mas também de planejar e sonhar com aquilo que queremos para o novo ano que se inicia.


De olho nas famosas promessas que fazemos nessa época, perguntamos em nossa última enquete: “Qual sua principal promessa para 2011?


- 977 (49,87%) Quitar minhas dívidas e tentar guardar algum dinheiro.
- 403 (20,57%) Equilibrar meu tempo entre trabalho, família e lazer.
- 270 (13,78%) Entrar para a academia e emplacar uma dieta. Quero me preparar pro carnaval!
- 215 (10,97%) Continuarei com as mesmas de 2010. Não consegui cumprir a maioria mesmo.
- 94 (4,80%) Parar de fumar. Esse ano eu largo o cigarro de vez!


Tivemos um total de 1959 votos e, com metade deles (49,87%), a maioria dos participantes deseja um 2011 sem dívidas e ainda com um dinheirinho guardado para alguma eventualidade. Já 20,57% querem mesmo é ter mais equilíbrio na hora de dividir o tempo entre trabalho, família e diversão. De olho no carnaval, a famigerada promessa da dieta e da academia ficou em terceiro lugar, com 13,78%. Na quarta posição, 10,97%, os participantes decidiram continuar com as antigas promessas, já que não conseguiram cumpri-las em 2010. E finalmente, 4,80% deles estão de olho na saúde e desejam parar de fumar.


Já que tanta gente não quer mais ficar no vermelho, nós resolvemos dar umas dicas para evitar que você se endivide e ainda consiga poupar algum dinheiro:


- Gaste só com o que precisa: Nada de comprar tudo o que vê pela frente! Você deve comprar somente o que é realmente necessário. Para evitar que caia na tentação do consumismo, pergunte-se na hora que vir aquela oferta imperdível se o produto é de fato indispensável naquele momento. Afinal, as ofertas vão sempre aparecer e, se você aproveitar todas, vai à falência.


- Organize seu orçamento: Coloque no papel tudo o que você costuma gastar e receber durante o mês. Procure equilibrar os valores de rendimentos e gastos e, com o tempo, tornar o segundo valor menor do que o primeiro. De preferência, anote os gastos divididos em categorias, como por exemplo: “alimentação”, “aluguel”, “lazer” etc., pois assim você poderá identificar onde está gastando mais dinheiro desnecessariamente e resolver o problema.


- Estabeleça metas: Depois de organizar seu orçamento, é a hora de definir quanto deve ser gasto para cada categoria e, principalmente, reservar parte do salário para pagar dívidas antigas. Elimine os excessos e tente não extrapolar o que foi delimitado.


- Fuja das parcelas e do cartão de crédito: Dividir uma compra gera dois problemas: acúmulo de parcelas e pagamento de juros sobre elas. Se você costuma fazer várias compras parceladas, acaba perdendo o controle da quantia que elas darão somadas. Fora que ainda é uma forma de endividar os meses seguintes por antecedência. Por isso, sempre que puder, pague à vista.


- Tenha uma poupança: Guardar o dinheiro economizado em um lugar seguro e que ainda o faça render é a melhor opção de destino para sua reserva.


- Não esqueça de se divertir: Tudo bem que devemos controlar os gastos, mas se só destinarmos dinheiro para pagar contas, que graça terá a vida?! Então, quando puder, reserve pelo menos um pouquinho para ir ao cinema, ao teatro, a um restaurante ou a qualquer outro lugar pra se divertir em ótima companhia.

Falando em fim de ano, esse Reveillón também foi marcado pela apresentação da logomarca das Olimpíadas de 2016 no Rio. E já começou uma polêmica: teria ela sido plagiada da ONG americana Telluride Foundation e do quadro "A Dança", do pintor Matisse? Queremos saber sua opinião. Clique nos links para ver as obras citadas e vote aqui!


[Fontes: Pai RicoBlog Brasil]

2 comentários:

  1. Evitar a proliferação da dengue depende de cada um de nós. Além de cuidar da sua casa, falar com seus vizinhos, manter contato com sua prefeitura sobre focos da doença, você pode utilizar esse espaço para conscientização.

    Seja parceiro do Ministério da Saúde na mobilização contra o mosquito da Dengue. Divulgue em seu blog nosso material. Entre em contato com comunicacao@saude.gov.br e solicite o selo, participe da campanha.

    Saiba mais: http://bit.ly/bMMVKT

    ResponderExcluir